Unhas Decoradas

Como cuidar da unha em cada fase da vida

Body-care of hands. Woman polishing nails
251Views
PUBLICIDADE

Para cara idade as mulheres se deparam com necessidades diferentes de cuidados com a beleza, incluindo a saúde das unhas, marcando cada período. Muitas vezes esses cuidados tem a ver com questões hormonais, nutricionais do corpo mas também podem se relacionar o estilo de vida, com estresses e inseguranças próprias de cada fase. Por isso, preparamos algumas dicas de cuidados mais comuns que as mulheres em cada período podem ter com as unhas para mantê-las sempre saudáveis e bonitas, desde aos 20 aos 50 anos.

 

20 anos e o hábito de roer unhas

O período dos 20 anos é marcado por uma diversidade de novidades, como final de faculdade, emprego, novas responsabilidades e decisões importantes e, por isso, os 20 anos pode ser um período bastante estressante e confuso na vida de muitas pessoas. Nesse emaranhado de novas coisas, a ansiedade pode tomar conta e, com ela, um dos maiores hábitos de pessoas desse período: roer as unhas, que, além de ser esteticamente desagradável, pode trazer riscos à saúde das unhas, como inflamações, enfraquecimento e infecções, além de desgaste dentário.

Por outro lado, nessa idade as unhas costumam ser mais fortes e saudáveis e, por isso, a utilização de hidratantes todos os dias com uma pequena massagem na ponta dos dedos é mais do que suficiente para mantê-las hidratadas e recuperar os danos. Outros cuidados que podem ser tomados são a utilização de bases protetoras e não trocar os esmaltes o tempo inteiro, pois pode provocar ressecamento.

30 anos e o início dos cuidados mais elaborados

Nesse período, as unhas tendem a ter mais dificuldades em manter a umidade natural. Por isso, a utilização de hidratantes é ainda, mas importante, além de se usar produtos que sejam fortalecedores, como bases nutritivas que contenham ceramidas, flúor e cálcio.

40 anos: quebras e ressecamento das unhas

Nesse período, a dificuldade em manter a umidade e a nutrição ainda é maior para as unhas e os resultados disso são unhas que lascam, quebram e racham com mais frequência. Por isso, hidratantes com vaselina são excelentes e devem ser usados, de preferência, duas vezes ao dia, pois a vaselina atua como um selante, que retém a umidade. Bases com ativos pró-crescimento também são excelentes nesse período. Se suas unhas estiverem muito quebradiças, tente lixá-las com cantos arredondados, pois é a forma mais saudável para evitar quebra de unhas.

50 anos: desníveis e camadas de unhas

Nesse período, as unhas podem começar a apresentar com frequência desníveis, ondulações, amarelamentos, descamações e vincos. Para preencher essas falhas, bases com substâncias pró-vitamina B5 e microesferas de cerâmica podem ajudar. Na verdade, as bases são indispensáveis nesse período, independentemente de usar ou não esmaltes. Algumas mulheres podem ficar com unhas mais espessas e, para minimizar esse aspecto, as loções esfoliantes com ácido lático podem ser a solução, ajudando a dissolver a camada superior espessa e deixando-a mais fininha ao mesmo tempo em que a unha está hidratada.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta